quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Segredos do Coração - O grande segredo do coração de um líder

 


João 21.15-17


O grande segredo do coração de um líder é que o coração dele é igual ao de qualquer outra pessoa. 

É um coração que se entristece, se decepciona. 
O coração do líder não é um coração de um super-homem. 
O líder não é um homem ou mulher que está envolvido numa casca, numa armadura.
Porém, há uma diferença. O líder tem um chamado de tratar outros corações. 

O fato de tratar outros corações fere o nosso coração, 
porque temos um coração com as mesmas carências e fragilidades das outras pessoas.
Você que é pastor; talvez sua congregação esqueça que você tem um coração igual ao dos outros.


Isso traz feridas que com o passar do tempo podem aumentar cada vez mais e o líder poderá ficar decepcionado, amargurado.
O pastor cuida da ovelha, investe, e chega um tempo, depois que a ovelha está curada, pode chegar perto do seu pastor e dizer que seu tempo no aprisco dele acabou. Isso causa um desgaste grande na vida do pastor e muitas vezes na família dele também.
Algumas esposas ficam frustradas em ver seus maridos serem crucificados diante da congregação. Nem todas são preparadas para suportar o peso do ministério. Tão pouco os filhos.
Muitos filhos vêem a congregação oprimir seus pais e a família do líder sem que perceba vai se ferindo, se machucando. Sl 55.12, 13
Com quem compartilhar isso? Quando um líder se decepciona com as pessoas, pode tomar uma proporção tão grande que ele pode começar a questionar seu próprio ministério. “Por que o ministério do fulano cresce e o meu não?” alguns perguntam.


Depois de vencer grandes lutas, Elias se prostrou diante da palavra maldita de Jezabel. Um homem de Deus, tremendamente usado pelo Senhor, teve uma depressão profunda por causa daquela palavra vinda do inferno. Uma palavra na vida de Elias desencadeou uma derrota, ao ponto dele pedir a morte.
Quando Jesus disse que seria crucificado, Pedro disse a Jesus: “Longe de Ti tal coisa.” E Jesus disse a ele: “Pedro antes que o galo cante, me negarás três vezes.” E aconteceu como Jesus falou. O Mestre foi preso, crucificado, morreu e ressuscitou ao terceiro dia.
Já era a terceira aparição dele aos discípulos e num fim de tarde, Pedro com alguns discípulos, estavam no mar de Tiberíades e Pedro resolveu passar a noite pescando.
Depois de ter negado Jesus por três vezes tenta voltar ao que era antes – pescador de peixes. Ele acreditou que não servia para ser pescador de homens. Existem muitos líderes pensando em desistir, porque estão decepcionados com a igreja.
Pedro e os discípulos tentaram pescar a noite inteira e não conseguiram. Um Homem na praia então perguntou:“Vocês pescaram peixes?” Eles responderam: “Não, tentamos a noite inteira e não conseguimos”. Então o homem disse: “Jogue a rede à direita”. João identificou que o homem que estava na praia e dissera que eles jogassem a rede à direita era Jesus.
Pedro quando ouviu que era Jesus, vestiu uma capa, porque estava nu, e pulou nas águas. O mesmo Pedro que antes teve medo das águas enfrentou as águas, porque sabia que se era Jesus, faria com que Pedro chegasse até Ele de qualquer maneira.
Os discípulos não conseguiram identificar o semblante de Jesus, porque Jesus não quer ser conhecido por Sua aparência, mas pelo que Ele fala e a Palavra de Deus não volta vazia.
E então Pedro, e os discípulos se aproximaram de Jesus e ficaram em volta de uma fogueira. Ali o Senhor cria uma atmosfera de cura. Novamente em volta da fogueira. Quando Pedro negou Jesus pela primeira vez foi em volta de uma fogueira.
Jesus olhou nos olhos de Pedro, dando a ele uma segunda oportunidade.
Jesus perguntou a Pedro: “Tu me amas? Apascenta minhas ovelhas. Não pesque peixes, pesque homens.” Jesus perguntou pela segunda vez: “Tu me amas? Então apascenta minhas ovelhas.” Perguntou a terceira vez. Por três vezes Pedro negara a Jesus e quando o Senhor pergunta pela terceira vez, então Pedro se entristeceu e Jesus reafirmou o ministério de Pedro: “Apascenta minhas ovelhas.” Naquele momento Pedro foi sarado.
Há muitas pessoas enfraquecidas, machucadas, feridas, mas o Senhor cria uma atmosfera de cura para sua vida. Muitos não alcançam a vitória porque estão com o coração ferido, machucado. Uma pessoa medrosa nunca alcançará a vitória.
- Para ter o coração curado precisamos ter um esforço para não nos isolarmos
Quando João disse: “É Jesus” Ele ministrou ao coração de Pedro, e isso aconteceu porque Pedro não estava sozinho, e ouviu do coração de um companheiro a palavra que precisava ouvir. Quem é o seu mentor? A quem você está aliançado?
- Para ter o coração curado precisamos romper com o passado e avançar para o futuro
Para ser curado Pedro precisava romper com o passado. “Pedro, você não é mais pescador de peixes, repita.”Era necessário romper com o passado. Quantas coisas do passado nos prendem. O diabo aproveita os erros do passado para acusar muitas pessoas.
O diabo muitas vezes deve ter acusado Paulo, visto que antes de ter um encontro com Jesus mandou matar muitos cristãos. Paulo sabia que ainda não chegara à perfeição, mas uma coisa ele fez, decidiu esquecer tudo que para trás ficou e avançar para frente, porque ele tinha um alvo. Fp 3.13 e 14. Avance para o alvo!
- Para ter um coração curado precisamos aproveitar todas as oportunidades que Deus nos dá
Jesus preparou aquela fogueira para conversar com Pedro. Deus está nos dando uma oportunidade para conversar conosco e promover a cura no nosso coração. Jesus queria restaurar as emoções de Pedro e fazer com que ele compreendesse que independente das fraquezas dele, o Senhor ainda acreditava nele.
Não perca as oportunidades que Deus te dá!


Pr. Arnolfo (Itaperuna)
(Edição: Renata G. Santana - http://renatagsantana.blogspot.com)


By: Silvia Rocha ♥

Por que nos decepcionamos?

Faz um tempo que venho refletindo sobre como a gente se decepciona... O engraçado é que eu sempre repeti pra mim mesma que a gente não deve...