domingo, 14 de agosto de 2011

No abrir dos lábios..


 ‘’Porque a minha boca proclamará a verdade; os meus lábios abominam a impiedade” (provérbios 8.7 )

O que nós falamos implica muitas coisas. Há muito valor no que dizermos. Com o que falamos para o nosso cônjuge, para os nossos filhos, para nossos amigos, para colegas de trabalho ou de escola, etc, podemos edificar ou arrasar, alegrar ou entristecer, melhorar ou piorar a situação, vivificar ou matar.
Muitas vezes acabamos por prejudicar uma pessoa guando deixamos de refletir e ponderar sobre o que falamos. Falar sem pensar pode ser desastroso, tanto para nós mesmo quanto para outrem. Por outro lado, deixar de falar a coisa certa também acarreta prejuízos e perdas de difícil reparo.
Um outro lado da mesma questão é que dos nossos lábios não devem, em hipótese alguma, sair palavras ou expressões de baixo calão, indecentes ou vulgares. Antes , devemos zelar pela verdade e pela bondade, pois os opostos destas virtudes são simplesmente devastadores.
É prudente pensar antes de falar, é sábio orar antes de falar,é cristão amar antes de falar. Edifiquemos, abençoemos e construamos com as palavras dos nossos lábios.

Oração: Senhor Deus, que as palavras dos meus lábios sejam sempre para o louvor do Senhor. Em nome de Jesus, amém.


Fiquem na paz sempre!
Deus os abençoe!


O Tempo que não temos...

Hoje estava aqui envolvida com mil e uma coisas, trabalhos, preocupações do dia a dia, mensagens chegando, emails, contas... Os dias passam ...